imobiliárias

O espaço de interação com os assuntos imobiliários!
Aqui poderemos trocar experiências pessoais e práticas empresariais, adquirir conhecimentos específicos, conhecer novidades, ler notícias interessantes, debater questões polêmicas, ter acesso à legislação e aos documentos utilizados nas imobiliárias, conferir reportagens e entrevistas, analisar casos de sucesso... Tudo aquilo que interessa às pessoas que interagem no mercado imobiliário: valorizar a gestão imobiliária, atender aos desejos dos clientes e consagrar a segurança nos negócios imobiliários. Contribua para a valorização do mercado imobiliário!
Esteja sempre à vontade para participar, opinar, criticar, debater, elogiar, sugerir, comentar, etc.
Estarei à disposição pelo e-mail:
imobiliarias@uai.com.br.
FERNANDO JÚNIOR

Fora da casa do papai e da mamãe


Independentes, fãs de tecnologia e conectados em redes sociais, os jovens assumiram definitivamente seu papel na engrenagem que movimenta o mercado imobiliário.

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Inteligência da Tecnologia Imobiliária (NITI) da Rede Netimóveis revelou que superam 50% os financiamentos imobiliários contratados por pessoas de até 35 anos. A juventude está assegurando seus rendimentos no mercado de trabalho e, então, vislumbra a possibilidade de conectar seus esforços em investimentos na aquisição ou no aluguel de um imóvel que assegure a sua independência.

E o atual cenário do mercado imobiliário, atrelado à previsibilidade de estabilidade econômica que viabiliza juros razoáveis para os financiamentos e reajustes suportáveis para os aluguéis, impulsiona a conquista do sonho da morada independente. Por outro lado, a disponibilidade de serviços baseados em tecnologia digital e aplicativos, evitando-se burocracias e ampliando as possibilidades, por exemplo, de conseguir alugar um imóvel não precisando oferecer fiadores incentivam essa faixa etária, que já é responsável por 55% das pesquisas imobiliárias na Internet.



Apesar da idéia do tal sonho da casa própria ainda perdurar para essa geração, os projetos da juventude para constituição de um lar são modernos e diferenciados da concepção tradicional. A localização até que ainda é fundamental dentre os critérios de escolha; porém, imóveis em tamanhos compactos que assegurem praticidade no dia-a-dia ou espaços que possibilitem as alegres moradias compartilhadas, no estilo “coliving”, fazem sucesso entre a rapaziada. Afinal, o que não combina com os jovens é complicação e desânimo.

Nenhum comentário: